Loading...
Mensurar e acompanhar a velocidade de carregamento do seu site é fundamental para conseguir as melhores posições no ranqueamento do Google, contudo, esse é um fator que é negligenciado com frequência pelas empresas.
Apesar de parecer algo complexo, saiba que não é bem assim. Essa é, sim, uma tarefa que demandará tempo (seu ou de um programador) mas que, sem dúvidas, trará os melhores resultados para sua empresa, atraindo mais visitantes e elevando sua taxa de conversão.
Neste post, falaremos um pouco mais sobre a importância de um site rápido, seu impacto nos resultados dos esforços de marketing e, ainda, daremos algumas dicas para melhorá-lo. Confira!

Qual a importância da velocidade de carregamento de um site?

Atualmente, a velocidade de carregamento de um site é considerada um fator decisivo no ranqueamento nos motores de busca, além da experiência de usuário. Claro que esse não é o único fator, mas é um dos mais relevantes.

Para ser considerado rápido, o tempo de carregamento não deve ser superior a três segundos, mas até cinco segundos, ainda se considera uma velocidade boa.

Quando trazemos essa exigência para o contexto brasileiro de internet, onde a maior parte da população possui baixa velocidade de conexão, o tempo de carregamento possui um peso maior ainda.

O tempo médio de carregamento dos sites nacionais é de, aproximadamente, nove segundos, indicando que, ao otimizar seu site, você conseguirá muito mais destaque ante seus concorrentes, alcançando a tão almejada primeira página de resultados.

Como ela influencia nos resultados de marketing?

Segundo dados do próprio Google, um site que demora até cinco segundos para ser carregado possui 90% de chance do usuário abandonar a página antes mesmo de ela ser carregada pelo comutador ou smartphone.

Provavelmente, você já se deparou com o termo bounce rate, ou taxa de desistência. Ela representa o volume de pessoas que acessaram seu site, mas que não realizaram nenhum tipo de ação nele, seja um clique em um botão ou em um item de seu menu.

Os sites que aparecem em primeiro na buscam possuem dois fatores em comum: um carregamento rápido e uma baixa taxa de desistência, ou seja, a velocidade de um site afeta diretamente no bounce rate, podendo chegar a 123% em um site que demora dez segundos para carregar.

Se você possui uma estratégia de marketing digital, suas taxas de conversão serão drasticamente reduzidas, caso o tempo de carregamento seja muito alto, afetando até suas campanhas de Google Ads. Sendo assim, antes de pensar em conversão, é preciso pensar em otimização.

Como aumentar a velocidade de carregamento de um site?

Até aqui, a teoria parece simples, certo? Mas não se engane! Existem diversos fatores que afetam a velocidade de seu site ou landing page e, descobrir essas causa, pode ser um tanto complicado. Veja algumas dicas de como otimizar seu site, abaixo.

1. Compacte as imagens

Sabemos que as imagens são parte fundamental de um site e, para alguns setores, ela são mais importantes ainda, como nos casos de site de fotógrafos, contudo, é preciso ter em mente que é possível ter imagens de qualidade, sem deixar seu site pesado.

Para realizar essa compactação, você poderá utilizar sites específicos (e gratuitos) que fazem esse tipo de serviço. Como exemplo, podemos citar o Optimizilla e o Compress JPEG. Parece besteira, mas é possível reduzir até 60% do tamanho da imagem sem perder qualidade.

2. Evite o uso excessivo de plugins

Essa dica é mais direcionada para as empresas que constroem seus sites em cima de plataformas prontas, como o WordPress e o Joomla!. Quando se tem um grande número de plugins ativos em um site, ele precisará carregá-los antes de exibir a página, deixando o site lento.

Busque manter somente o que for realmente essencial para o funcionamento do site e exclua as demais aplicações. Lembre-se que o foco é carregar o site da maneira mais rápida o possível.

3. Minifique seu código

Geralmente, os códigos possuem muitos espaços em branco e anotações de seus desenvolvedores, ou seja, mutia informação irrelevante para o site que só atrapalhará em seu carregamento. O processo de minificação consiste na retirada dessas linhas de código desnecessárias.

Você pode aplicar essa técnica no HTML, no CSS e, até mesmo, no JavaScript de seu site. Se você utiliza uma plataforma, esse processo pode ser simplificado com a utilização de plugins específicos.

4. Evite o uso de pop-ups e loaders

Apesar de possuírem um grande apelo de marketing, a utilização de pop-ups pode aumentar o tempo de carregamento de um site, logo, recomenda-se que não se utilize esse recurso em excesso para não afetar a velocidade.

O mesmo aplica-se às animações de carregamento, também chamadas de loaders. Apesar de trazerem um visual diferenciado ao site, elas afetam o tempo de carregamento de forma direta, então, cuidado ao utilizá-las.

Aumentar a velocidade de carregamento de um site é um processo que exige muita atenção planejamento e empenho do programador, contudo, não restam dúvidas de que ele é essencial para o seu bom ranqueamento nos motores de busca.

Ficou na dúvida se seu site carrega rapidamente? Avalie como estão itens importantes para o índice de qualidade do Google com a ferramenta gratuita da Adwizard!

Testar agora
Avalie a saúde da sua campanha
2019-01-07T18:09:39+00:00
a-velocidade-de-carregamento-do-meu-site-pode-prejudicar-minhas-vendas