Loading...
A segurança da informação está em alta, principalmente com os recentes vazamentos de dados de usuários do Facebook. Sendo assim, começou uma crescente procura por certificados SSL na internet.
Mas afinal, o que é um certificado SSL? Se essa é a sua dúvida, você está no lugar certo! No post de hoje, falaremos mais sobre o que é, para que serve, quanto custa e quando você precisa dessa certificação em seu site. Confira!

O que é um certificado SSL?

O certificado SSL (Secure Socket Layer) é uma tecnologia em encriptação de informações transmitidas entre o usuário e o servidor que tem por objetivo evitar que pessoas mau intencionadas, possam interceptar os dados.

Esses certificados são, cada vez mais, utilizados pelas empresas, sendo essenciais para sites que coletam diversas informações pessoais (nome, e-mail, telefone, CPF, RG, etc) e financeiras (nº de cartão de crédito, senhas transacionais, nº de conta, etc), como os e-commerces e instituições de ensino e financeiras.

Mas não pense que esse tipo de certificação é útil apenas para esse grupo de sites. Desde de 2017, o Google Chrome passou a sinalizar como sites não seguros todos os que não possuem um certificado SSL instalado.

Quanto custa um certificado SSL?

Ao perceber sua importância, você deve estar se perguntando o quanto custa para ter um certificado SSL em seu site. Atualmente, existem diversas opções de certificados à sua disposição, desde gratuitos aos que custam alguns milhares de dólares.

De modo geral, as próprias hospedagens oferecem um certificado gratuito ao contratar um plano de hospedagem, como a KingHost e a Hostinger. Caso a sua não ofereça, você poderá solicitar o seu de forma gratuita em site como o SSL For Free e o Let’s Encrypt.

Se você busca por opções mais robustas, existem opções como a CertSing. Contudo, antes de efetuar a sua escolha, é preciso avaliar qual a real necessidade de sua empresa e o nível de sensibilidade dos dados coletados.

Quando eu preciso de um certificado SSL?

Como dissemos, o Google Chrome passou a sinalizar todos os sites sem um certificado SSL (http) como inseguro, o que pode impactar diretamente no nível de credibilidade do site de sua empresa.

Somente isso já seria motivo o suficiente para você instalar um em seu site, afinal, ele é o navegador mais utilizado no mundo, mas se você acredita que isso não o afeta, um SSL torna-se facultativo.

O seu uso torna-se obrigatório em sites que realizem coleta de dados sensíveis (pessoais ou financeiros), como e-commerces, bancos, instituições de ensino, sites do setor público ou qualquer outro que possua essa característica, como as landing pages.

Outro fator a ser levado em conta é que, no momento do ranqueamento orgânico, o Google prioriza os sites que possuem essa tecnologia de segurança, deixando os que não possuem para o final dos resultados de busca.

Se você planeja investir em publicidade online no Google Ads, um SSL também se apresenta como um critério para o leilão que definirá quem aparecerá em primeiro nos resultados dos anúncios. A criptografia de dados é vista como um ponto importante na experiência do usuário em uma página.

Por que o Google se importa tanto com isso?

Já parou para pensar no gigantesco volume de empresas que anunciam no Google Ads diariamente? Pois é, é um volume absurdo que, em 2016, levou a empresa a um faturamento de, aproximadamente, US$ 79 bilhões.

É inevitável que, dentre tantos anúncios, existam pessoas agindo de má-fé para coletar dados sensíveis, o que pode acabar por prejudicar os usuários.

Em sua busca constante pela oferta da melhor experiência e entrega de resultados mais relevantes, o Google favorece os sites que trarão mais segurança e confiabilidade ao usuário.

Na plataforma de anúncios, o Google Ads, para realizar certos tipos de anúncio é preciso ter um certificado SSL instalado, caso contrário, a campanha é reprovada e não poderá veicular.

Todos os tipos de anúncio precisam de um certificado SSL?

Existem tipos de campanha que precisam de um certificado SSL para rodar, como o Google Shopping ou Anúncios que levam a páginas de coleta de informações sensíveis ou e-commerces. Mas isso não significa que todas as campanhas precisam dele.

Em campanhas com foco institucional, por exemplo, onde o foco é gerar visibilidade para a empresa e não busca vender ou coletar dados, é totalmente possível desenvolver sem um certificado, contudo, entra a questão dele ser um fator de ranqueamento.

Você pode até achar que não faz tanta diferença assim, mas ter um site criptografado pode fazer com que seus custos com campanhas em Google Ads, sejam consideravelmente reduzidos.

Possuir um certificado SSL em seu site é algo fundamental para garantir sua confiabilidade e, por existirem opções gratuitas, não existem mais desculpas para não adotá-lo.

Agora que você já entendeu como ele funciona e impacta em sua estratégia, avalie como está a sua campanha com a ferramenta gratuita da Adwizard!

Testar agora
Avalie a saúde da sua campanha
2019-01-07T15:15:37+00:00
certificado-ssl-preciso-de-um-em-meu-site-para-anunciar